A CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO COLETIVO PELO WIKISPACES



Projeto desenvolvido pelas Professoras Multiplicadoras do Núcleo de Tecnologias
Educacionais de Nova Andradina Azenaide Abreu Soares Vieira e Carla Varela
com a Professora de Ciências Ediana Aparecida Ciciliati Milhorança e com os alunos
do 8º ano do ensino fundamental da EE Nair Palácio de Souza que contou com a
colaboração dos Professores das Salas de Tecnologias Educacionais da referida escola




NOVA ANDRADINA - MS
MAIO/2008


JUSTIFICATIVA


Com o advento das TICs - tecnologias de informação e comunicação necessita-se a aquisição e utilização de informações, por meio do computador e a sensibilização dos professores para o uso destes recursos tecnológicos como ferramenta facilitadora do processo de ensino e aprendizagem. As TICs já fazem parte da realidade de cada indivíduo, sendo assim, é necessário incluí-las de forma interdisciplinar no ambiente escolar, para preparar os discentes para a nova realidade na qual estão inseridos, integrando e contextualizando a escola neste meio.

Uma ação governamental voltada a formação docente para a implementação das TICs nas aulas tem sido a implantação de Núcleos de Tecnologias Educacionais. Cabe aos Núcleos capacitar os professores para o uso dos aparatos tecnológicos em suas práticas de sala de aula. Estas capacitações são oferecidas em consonância com a necessidade de formação do grupo docente vinculado a cada núcleo. Trata-se de uma iniciativa de formação em que professores formam professores.

O Núcleo de Tecnologias Educacionais de Nova Andradina (NTE-NA) diante da análise dos relatórios mensais de uso das salas de Tecnologias Educacionais das escolas de sua jurisdição, enviados pelos professores lotados nestas salas, desde o início do ano letivo de 2008, percebeu que a utilização destes recursos pelos professores regentes, havia sido mínima.

Diante desta situação, faz-se necessário desenvolver trabalhos que envolvam alunos e professores em atividades pedagógicas de relevância educacional, nas quais a implementação das tecnologias é fundamental. Na tentativa de articular os conteúdos curriculares da disciplina de ciências com recursos tecnológicos surge a idéia do presente projeto. O objetivo principal que norteia a realização deste projeto é oferecer à professora regente da disciplina de ciências do oitavo ano de uma escola pública capacitação quanto a utilização de ambientes virtuais e aparatos tecnológicos, para a utilização na execução de seu projeto de ensino. A referida professora encontra-se em fase inicial de execução do projeto por ela denominado "Consumo Consciente". Seu objetivo é conscietizar os alunos quanto ao consumo de produtos fundamentais para a sobrevivência do homem. A teoria é lícita quando permite a reflexão sobre a prática e, especialmente, quando contribui para que a prática avance para níveis de qualidade. Com isso passamos a agir de acordo com as normas e os interesses de um grupo de alunos junto a seu professor de ciências e a vontade de executar um projeto com o tema '''consumo consciente''', que levassem todos a refletirem sobre seus hábitos, no sentido de perceberem que toda ação tem uma conseqüência. Levá-los a consumir de forma responsável, evitar o desperdício, economizar água e energia elétrica. O que certamente contribuiria para uma aprendizagem significativa, não só de um conteúdo curricular, mas, principalmente quanto ao seu lugar no mundo e seu papel como cidadão inserido neste mundo.

Acreditando que o trabalho coletivo que envolve professores multiplicadores, professores regentes e alunos em situações de aprendizagem é um caminho alternativo para a realização de experiências de sucesso e formação continuada onde todos se envolvem em prol da aprendizagem construída colaborativamente, justifica-se o desenvolvimento e a execução do presete projeto de capacitação. Pois, através das atividades planejadas, tanto teóricas como práticas, envolvendo os recursos tecnológicos oferecidos pela escolas, o educando alcançará maior aproveitamento dos conteúdos explorados durante a aplicação dos projetosde ensino de seus professores, proporcionando, dessa forma, o alcance dos objetivos propostos e contribuindo para a aprendizagem significativa.


OBJETIVOS

Objetivo Geral

  • Capacitar o professor de ciências e os professores das salas de tecnologias educacionais para a utilização das ferramentas tecnológicas e dos ambientes virtuais no processo educativo envolvendo alunos do ensino fundamental da Escola Estadual Profª Nair Palácio de Souza.

Objetivos Específicos


  • Despertar nos professores regentes reflexão quanto a importância da inclusão das tecnologias na prática educativa;
  • Promover a utilização do computador e a aplicação pedagógica da internet de forma a possibilitar que o aluno aprenda a pesquisar, a trabalhar colaborativamente e a publicar conteúdos;
  • desenvolver autonomia nos alunos para construirem seus próprios conhecimentos, fazendo uso das TICs;


QUESTÕES NORTEADORAS

  • Como despertar nos professores regentes a reflexão sobre a importância da inclusão das tecnologias na prática educativa?
  • Como promover a utilização dos aparatos tecnológicos de forma que contribuam para a melhora na qualidade da educação?
  • Como desenvolver nos alunos a autonomia no processo educativo?


PÚBLICO ALVO

Professores da STE
Professor Regente
Alunos do 8º ano do Ensino Fundamental


RECURSOS UTILIZADOS

1. FÍSICO
Datashow, Impressora, Computador, Aplicativos do Windows (Word, PowerPoint), Internet, wikispaces (ambiente virtual), Filmadora, materiais recicláveis, câmara fotográfica.

2. HUMANOS
Professor do Núcleo de Tecnologias Educacionais de Nova Andradina;
Professores da Sala de Tecnologias Educacionais (STE) da escola;
Professores de Ciências;
Coordenadores Pedagógicos;
Bibliotecários;


ATORES E PAPÉIS QUE DESEMPENHARÃO
Professores Multiplicadores do Núcleo de Tecnologias Educacionais: Estes profissionais ficarão responsáveis em orientarem quanto à abordagem metodológica que norteará o projeto e oferecerão orientações para a inclusão de recursos tecnológicos em cada atividade desenvolvida, procurando envolver professores, alunos e tecnologias no desenvolvimento do trabalho.
Professores da STE: Os professores da sala de tecnologias educacionais auxiliarão os alunos quanto ao uso dos recursos tecnológicos e softwares utilizados.
Professor de Ciências: A Professora de Ciências desempenhará papel central para a efetivação do projeto. Sua função é auxiliar os alunos no desenvolvimento das atividades e garantir o bom andamento das mesmas.
Coordenadores Pedagógicos: Colaborarão os professores para o bom desenvolvimento do projeto, possibilitando os momentos de divulgação dos resultados, além de auxiliarem, professores e alunos, quanto à busca de materiais impressos para pesquisas, tendo em vista não haver bibliotecário lotado na escola.

ABORDAGEM TEÓRICA

O presente projeto é norteado pela abordagem que visa à aprendizagem significativa construída pelo aluno. De acordo com os pressupostos da teoria da Aprendizagem Significativa, a aprendizagem ocorre de forma significativa ou mecânica. A aprendizagem significativa e a aprendizagem mecânica são entendidas com base na teoria de Ausubel (1968). Esse autor explica que a aprendizagem significativa é aquela que resulta no armazenamento organizado de informações na mente do ser que aprende. Segundo Moreira (1999), Ausubel vê o armazenamento de informações no cérebro humano como sendo organizado, formando uma hierarquia conceitual, na qual elementos mais específicos de conhecimentos são ligados a conceitos mais gerais, mais inclusivos.

Ausubel afirma que o aluno que não possui tais esquemas desenvolvidos não pode relacionar significativamente o novo conhecimento com seus esquemas incipientes de compreensão, adquirindo assim uma aprendizagem mecânica do material a ser aprendido. A aprendizagem mecânica nada mais é do que a aprendizagem de novas informações com pouca ou nenhuma interação com conceitos relevantes existentes na estrutura cognitiva do aprendiz. Nesse caso, a informação é armazenada de forma arbitrária, ou seja, não há interação entre a nova informação e aquela já armazenada. Segundo Moreira (1999, p. 153)

A aprendizagem significativa ocorre quando a nova informação ancora-se em conceitos ou proposições relevantes, preexistentes na estrutura cognitiva do aprendiz (...) e uma das condições para a ocorrência da aprendizagem significativa é que o material a ser aprendido seja relacionável à estrutura cognitiva do aprendiz, de maneira não-arbitrária e não literal.

É possível aferir dos pressupostos de Moreira (1999), que a aprendizagem significativa ocorre quando o material utilizado para fins de aprendizagem é condizente com os conhecimentos já adquiridos pelo aprendiz, numa relação não determinada e rigorosa.

Com base nos conceitos de aprendizagem (AUSUBEL, 1968; MOREIRA, 1999) e norteada pela abordagem socioconstrutivista do conhecimento (VYGOTSKY, 1998), compreendo que o aprendiz constrói mecanismos intermediários para a aquisição significativa de novos conhecimentos, ancorando-os em conhecimentos já adquiridos.

Assim, a proposta de desenvolver atividades organizadas por projetos de trabalho, torna-se relevante para vincular os conteúdos curriculares pré-estabelecidos a cada disciplina e ano escolar. Consideramos que, a pedagogia de projetos defendida por Hernández (1998) vem ao encontro a abordagens de ensino e aprendizagem construtivistas que visa em primeiro, lugar à aprendizagem, ou seja, o mecanismo utilizado pelo aluno na aquisição de conhecimentos novos, ancorando-os em conhecimentos já construídos, em um processo sempre espiral.

METODOLOGIA

O encaminhamento inicial será uma conversa da professora com os alunos sobre suas próprias atitudes no dia-a-dia na sala de aula. Os alunos serão questionados pela professora sobre vários itens, entre eles: O que você consome durante as aulas (balas, chicletes e muitos pirulitos)? Como é sua alimentação (arroz, feijão, bife, batata frita)? Etc. Diante das respostas a estes e outros questionamentos, a professora fará a verificação da quantidade de folhas na lata de lixo (folhas em branco, escritas de dois lados, de um lado só) para saber se o desperdício é de grande proporção. A professora tentará com isso, levar os alunos a reflexão sobre suas atitudes em sala de aula. Fazer-se-á assim o levantamento da possibilidade de execução de um projeto de trabalho, com o objetivo de trabalhar os componentes curriculares que atendam tal problemática e também promover a inserção das tecnologias no processo educativo.


Ciente da necessidade de colaboração para a efetivação do projeto de trabalho, buscamos parceria com a professora de ciências da Ecola Estadual Nair Palácio de Souza, que será responsável pelo desenvolvimento do projeto juntamente com os alunos. Convidamos a coordenação pedagógica para acompanhar os trabalhos e assessorar nas pesquisas com material didático impresso e via DVD. Junto aos professores da sala de tecnologias educacionais ocorrerá a elaboração do cronograma de agendamento das aulas a serem desenvolvidas com aparatos tecnológicos. Por fim nós, os professores multiplicadores do NTE Nova Andradina (Azenaide Abreu Soares Vieira e Carla Varela) iremos oferecer subsídios teóricos, quanto à elaboração do projeto e técnico-pedagógico, na execução das atividades com equipamentos tecnológicos.

A primeira atividade será desenvolvida pela professora na sala de tecnologias educacionais com os alunos do 8º anos B e C do ensino fundamental. Os alunos irão acessar o site www.wwf.org.br/jogo para participarem do jogo da casa consciente, no qual deverão cumprir várias atividades relacionadas ao consumo consciente. O jogo apresenta vários temas, entre eles: economia de água, economia na cozinha, transporte alternativo, plante uma árvore, separando o lixo, economia de energia, aquecimento global, placas solares e alimentação saudável. Em seguida, a professroa utilizará os temas abordados no jogo para dividir a turma em grupos, e assim agilizar as atividades extra-classe. Serão formados nove (9) grupos, com cinco (5) alunos cada: 1º: economia de água; 2º economia na cozinha; 3º transporte alternativo; 4º plante uma árvore; 5º separando o lixo; 6º economia de energia; 7º aquecimento global; 8º placas solares; 9º alimentação saudável.

Em seguida a professora deixará aos grupos a tarefa de pesquisarem em várias fontes e, como isso, coletar o máximo de informações sobre o tema. Na etapa seguinte a professora irá propor a elaboração de um texto e slides. Com isso, objetiva-se realizar um debate e levar os alunos a refletirem a cerca do jogo da casa consciente e a pesquisa realizada nessa atividade, fazendo correspondência entre ambos.

A fim de organizarem todos os dados que forem sendo coletados, será proposta a montagem de um site colaborativo. A construção do site ocorrerá na plataforma Wikispace, será orientada pelas professoras do NTE e acompanhadas pelos professores da STE da referidada escola. O wiki é uma página virtual que possibilita a edição de textos colaborativos por um grupo de autores dispersos em lugares e tempos diferentes. Esse site será construído no wikispaces. A turma do 8º ano B construirá o seguinte endereço: http://consumoconsciente02.wikispaces.com e a turma do 8º C http://consumoconsciente01.wikispaces.com. Nestas páginas os alunos postarão suas pesquisas em forma de textos, figuras, vídeos e slides que serão construidos no PowerPoint.
Na mesma página será construído um link para que os alunos elaborem o produto final do projeto, ou sejas, as apresentações, que primeiramente serão apresentadas aos colegas da sala e em seguida as demais turmas da escola. Será sugerido pelos professores que escolham um gênero textual em suas produções como textos narrativos para dramatização, músicas, paródias, poemas, entrevistas etc.
Por fim, para sintetizar os procedimentos metodológicos adotados na implementação do presente projeto de trabalho, apresentaremos a seguir cronograma de atividades com data, número de aulas, as atividades a serem desenvolvidas, tecnologias que serão utilizadas e os objetivos para cada atividade.

CRONOGRAMA DE REALIZAÇÃO
DATA
Nº. DE AULAS

ATIVIDADES DESENVOLVIDAS

TECNOLOGIAS UTILIZADAS

OBJETIVOS
31/03
01
Conversa com os alunos
Lousa e giz
Levar os alunos a reflexão sobre suas atitudes e apresentação do tema do projeto
01/04
01
Jogo casa consciente
Internet
Proporcionar aos alunos um ambiente onde cada grupo colocaria em prática as primeiras atitudes conscientes.
07/04
01
Pesquisa sobre os temas selecionados
Internet
Enriquecer o conhecimento dos alunos sobre os temas
14/04
01
Elaboração de um texto
Word
Levar os alunos a expressassem suas compreensões sobre o assunto relatando exemplos do seu dia- a- dia.
22/04
01
Construção de slides no PowerPoint
Internet, PowerPoint
Construir slides de apresentação onde reuniriam todas as dicas práticas para o dia-a-dia com postura de consumo consciente.
28/04
02
Criação do site colaborativo
Internet, wikispaces
Organizar o produto das pesquisas, para facilitar a comunicação e colaboração entre os componentes do grupo.
05/05
01
Postagem no site
Internet
Selecionar o que é importante em cada tema e dar forma à página.
12/05
02
Produção textual final
Internet
Desenvolver a criatividade nos alunos
27/05
01
Apresentação das produções aos colegas da sala
Datashow, computador, internet
Compartilhar com os colegas as produções finais.
02/06
02
Apresentação final à comunidade escolar.
TV, DVD, Datashow, computador
Compartilhar com a comunidade escolar as produções efetuadas e as descobertas com a realização do trabalho.

CONTEÚDOS CURRICULARES

Durante a primeira etapa do ano letivo de 2008 da Escola Estadual Profª. Nair Palácio de Souza, na disciplina de Ciências, os alunos do oitavo ano tiveram a oportunidade de estudarem conceitos teóricos a respeito de alimentação saudável, tendo em vista que o tema faz parte dos conteúdos estabelecidos na ementa curricular da disciplina. Os tópicos estudados perpassaram diversos temas, desde a função dos alimentos, desnutrição, até o perigo das bebidas alcoólicas. Aliados aos objetivos do projeto, falamos em consumo consciente, o que implicou o envolvimento de diversos fatores, numa atuação promotora e respeitadora do mundo em que vivemos das pessoas, dos recursos e do ambiente para garantir coletivamente um planeta sustentável.

Neste âmbito de responsabilidade, a escola, representada por toda a comunidade educativa (professores, alunos, gestores, coordenadores pedagógicos, auxiliares e encarregados de educação) tem um papel fundamental na promoção do consumo consciente. A escola não é só uma entidade pública que consome produtos e bens, mas é também um ambiente privilegiado responsável em promover a educação. Neste espaço, desde cedo, se pode e deve intervir para sensibilizar, formar e agir no exemplo diário de um consumo mais consciente e crítico em termos de práticas desenvolvidas. A sua responsabilidade em termos de consumo ético - social e ambientalmente responsável- é, portanto, dupla.




AVALIAÇÃO

O progresso dos alunos será acompanhado durante todo o decorrer do projeto, com a observação do desenvolvimento deles em sala de aula e com mudanças de atitudes que eles tiveram no final das aulas. Sendo assim, pode-se dizer que será adotada uma postura de avaliação continuada (PERRENOUD, 1999), tendo como ferramentas avaliativas a execução das atividades realizadas em cada etapa do projeto, o comprometimento para com as atividades extra-classe, a qualidade das produções, o envolvimento do grupo e os trabalhos colaborativos. Além disso, será elaborada e aplicada avaliação escrita, na qual será constituída por questões objetivas e dissertativas, envolvendo todos os temas. Por meio do desempenho que tiverem na avaliação escrita e em todas as atividades propostas e desenvolvidas será atribuído conceito individual aos alunos.
Quanto a professora regente e aos professores da STE da referida escola serão avaliados de acordo com o envolvimento que tiverem no desenvolvimento do projeto. A professora regente será avaliada de acordo com o acompanhamento on-line que fizer do trabalho que os alunos estarão desenvolvendo, da continuidade que der a esses trabalhos que iniciamos de forma presencial e do próprio envolvimento dela com as tecnologias no decorrer do processo. Os professores da STE serão avaliados através do apoio técnico e pedagógico que disponibilizarem a professora e aos alunos no desenvolvimento do trabalho em relação ao uso das TICs, bem como o estímulo que estarão oferecendo aos mesmos nesta fase.



REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

AUSUBEL, D. P. Educational psychology: a cognitive view. 1. ed. Nova York: Holt, Rinehart and Winston, 1968.

HERNÀNDEZ, F. Transgressão e mudança na educação: os projetos de trabalho. Fernando Hernández. Trad. Jussara Haubert Rodrigues. Porto Alegre: Artmed, 1998.

HERNÁNDEZ, Fernando. Repensar a função da escola a partir dos projetos de trabalho. In: Revista Pátio. Ano 2, n.6, p.27-31, ago/ out 1998.

HERNÁNDEZ, F. & VENTURA, M. A organização do currículo por projetos de trabalho: o conhecimento é um caleidoscópio. Porto Alegre: Artes Médicas, 2000.

MOREIRA, M. A. Teorias da Aprendizagem. Capitulo 10 e 11. São Paulo: EPU, 1999.
PERRENOUD, P. Avaliação: da excelência à regulação das aprendizagens. Porto Alegre: Artmed, 1999.
VYGOTSKY, L. S. A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. São Paulo: Martins Fontes, 1998.